Aspectos formativos de um subprojeto do PIBID-UFES: um olhar na formação
inicial de professores de Química

Nome: Hedylady Santiago Machado
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 06/11/2020
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Marcos Vogel Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Marcos Vogel Orientador
Maria Aparecida de Carvalho Examinador Interno
Marileide Gonçalves França Examinador Interno
Paulo Rogerio Garcez de Moura Examinador Externo

Resumo: Este trabalho tem por tema a formação inicial de professores de Química no âmbito deum subprojeto do PIBID da UFES, Campus Alegre. Objetivou-se analisar as vivências formativas de quatro licenciados em Química, bolsistas de ID, participantes desse subprojeto entre os anos de 2013 a 2018, período em que produções autobiográficas foram adotadas como atividade formativa para os licenciandos(as) participantes. Para tanto, foram realizadas Entrevistas Narrativas com dois licenciados e duas licenciadas, fundamentadas no aporte teórico-metodológico de Jovchelovich e Bauer (2002). O diálogo com alguns referenciais teóricos como Cunha (1997), Pineau (2006), Josso (2007), Souza (2006; 2007) e Delory-Momberger (2014), contribuiu para compreensão da Abordagem Biográfica e de “Histórias de vida” na pesquisa-formação de professores. O diálogo com os autores Pimenta (1999); André (2012); Nóvoa (2017), Schnetzler (2000), Rosa e Schnetzler (2003), Silva e Schnetzler (2005), contribuiu com a construção do quadro teórico sobre a Formação docente [em Química]. A Análise de conteúdo fundamentada nos pressupostos de Bardin (2006) contribuiu como referencial metodológico da pesquisa. Desta forma, a partir da leitura e análise das EN's foi possível construir quinze eixos temáticos e seus respectivos subeixos, que sintetizam parte do processo formativo do subprojeto, materializado a partir da reflexão sobre os aspectos
das vivências de formação que os licenciados(as) bolsistas de ID evidenciaram como mais importantes em sua formação docente no subprojeto. As vivências de leitura e discussão de textos científicos foram fundamentais para possibilitar momentos de discussão sobre a profissão docente em Química, evidenciando que o subprojeto trabalhou a formação docente para a construção do conhecimento sobre a docência como uma profissão, e a materialização da formação do licenciando a partir da relação teoria-prática. Todavia, a análise do eixo reflexões sobre a profissão docente evidenciou concepções de docência relacionadas a vocação, e também a uma profissão que necessita de uma formação profissional para ser exercida, compreendendo-se a necessidade do desenvolvimento de um trabalho mais específico na formação dos licenciados(as), objetivando a desconstrução de concepções que interferem na
institucionalização da docência como uma profissão. Os percursos adotados no
subprojeto contribuem para a formação inicial de professores de Química, a partir das vivências formativas no contexto das reuniões do GT na Universidade e no contexto das Escolas de Educação Básica, sendo balizada pela constante discussão e reflexão nos encontros semanais do subprojeto.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910