Percepção dos alunos de 9º ano do Ensino Fundamental sobre o ensino de ciências.

Nome: Valquiria Polastreli
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 06/10/2020
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Luceli de Souza Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Andréia Weiss Examinador Interno
Antonio Donizetti Sgarbi Examinador Externo
Luceli de Souza Orientador
Simone Aparecida Fernandes Anastácio Examinador Interno

Resumo: O ensino de Ciências passou por modificações no Brasil e no mundo, alterando as concepções sobre sua finalidade, acompanhando processos políticos, tecnológicos, culturais e sociais, e a escola procurou buscar significados para essas mudanças, visando a necessidade de transformação na forma do ser humano enxergar o mundo. O processo de ensino passa a não mais ser vislumbrado como uma rede de transmissão de conhecimentos e descobertas científicas, e, sim, como um meio pelo qual os seres humanos compartilham saberes e experiências que irão influenciar diretamente em seus modos de vida, promovendo sua inclusão ou não nos diversos espaços sociais. Diante disso, o objetivo da pesquisa foi investigar como os alunos concluintes do nono ano do ensino fundamental percebem o ensino de Ciências, ou seja, se o ensino proposto da referida disciplina é evidenciado por eles em suas vivências cotidianas. A metodologia utilizada foi a abordagem qualitativa, do tipo estudo de caso, tendo como instrumentos de coleta um grupo focal com roteiro preestabelecido, que direcionou as discussões de como é o ensino de Ciências na escola e a maneira pela qual os alunos vivenciam as aprendizagens, e o diário de campo para registros no decorrer do processo de pesquisa. Com os dados obtidos, foi realizada a análise de conteúdo, na qual foram estruturadas três categorias que refletiram a visão do grupo focal sobre o ensino de Ciências: afinidade, cotidiano e relevância. Os resultados apontam que os conteúdos ensinados são mais facilmente apreendidos e reconhecidos quando esses se aproximam de situações cotidianas que permitam a contextualização daquilo que foi ensinado com o conhecimento que os alunos possuem. Também ficou evidenciada a necessidade de diálogos entre professores e alunos, que reforcem o reconhecimento dos conhecimentos científicos na produção de conceitos essenciais aos sujeitos, para que compreendam o mundo, entendendo suas transformações, tendo como base os conhecimentos construídos das ciências. Diante do obtido na pesquisa, propõe-se a reflexão contínua sobre a importância de o ensino de Ciências oportunizar conhecimentos que favoreçam a utilização dos saberes adquiridos na escola em ações diárias, inserindo os sujeitos no mundo de forma mais consciente e atuante.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910